Pudim de tutano bovino

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone

pudim-tutano

Você já comeu tutano? O tutano nada mais é do que a medula óssea do boi. Quando os ossos da medula são cortados em rodelas e assados no forno, a parte interna escurece, derrete e pode ser retirada com uma faca ou uma pequena colher para fazer diversas receitas, inclusive sobremesas como esse maravilhoso pudim. Tutano é tão delicioso que dá até para comer puro num pão quentinho como se fosse manteiga!

tutano

Tutano cru antes de ir para o forno

Depois de assar e retirar o tutano, não jogue fora os ossos! Use-os para fazer caldo de carne caseiro. Basta usar a minha receita de caldo de ossos de galinha e substituir os ossos de galinha pelos ossos de medula bovina.

Pudim de tutano bovino
 
Tempo de preparação
Tempo de cozimento
Tempo total
 
Autor:
Ingredientes
  • 1 a 1,5 kg de medula óssea bovina
  • ¾ xícara de leite integral fresco (de preferência leite tipo A)
  • 3 ovos
  • 1 colher de sopa de baunilha
  • 2 colheres de sopa de mel
  • 1 pitada de sal marinho
  • ¼ colher de chá de canela
  • ¼ colher de chá de cúrcuma ou açafrão-da-terra (opcional)
Instruções
  1. Pré-aqueça o forno a 230 graus
  2. Coloque os ossos de medula num refratário com a medula virada para cima e asse por cerca de 15 minutos.
  3. Enquanto a medula está no forno, coloque todos os demais ingredientes no liquidificador e bata por cerca de 30 segundos.
  4. Espere os ossos esfriarem um pouco e, com uma faca ou uma colherzinha de café, retire a medula derretida de dentro dos ossos de transfira para um pote separado.
  5. Escorra o excesso de óleo e use apenas a parte mais gelatinosa da medula. Mas não jogue fora o óleo que você escorreu e ou que sobrou no refratário! Você pode guardá-lo na geladeira e usá-lo como uma alternativa mais saudável aos óleos vegetais refinados.
  6. Adicione a medula ao liquidificador e bata por mais 30 segundos.
  7. Diminua a temperatura do forno para 180 graus.
  8. Transfira a mistura do liquidificador para potinhos individuais.
  9. Asse os potinhos por cerca de 30 minutos em banho-maria (para fazer o banho-maria, coloque os potinhos dentro de um tabuleiro e adicione água quente ao fundo do tabuleiro até que cubra metade da altura dos potinhos).

 

Comentários

  1. Heloisa Padilha diz

    Não consegui entender direito a parte da receita que se refere à retirada da medula derretida. Parece que ela tem uma parte gelatinosa e outra parte mais líquida, que é a gordura. Será isso? Se sim, não entendi se essas partes se separam sozinhas ou se é a gente que faz isso. Senti falta de mais fotos porque essas coisas de tutano são desconhecidas pra mim então fica difícil imaginar exatamente como se faz a receita.

    • Gabi Moore diz

      Pois é, marquei bobeira de não ter tirado mais fotos! Mas agora tenho uma ótima desculpa para comprar mais tutano de boi e fazer esse pudim de novo hehehe. Respondendo a sua pergunta: quando vc tirar o refratário do forno com o tutano de boi já assado, vc verá que no fundo do refratário formou-se uma camada de óleo. Esse óleo pode ser guardado num potinho e usado para cozinhar. Além disso, a medula que você tira de dentro dos ossos tem a consitência de uma gelatina grossa mas têm também um pouco desse óleo líquido. Quando você coletar toda a medula num pote, basta retirar o excesso de óleo usando um coador ou simplesmente virando o pote e segurando a parte gelatinosa para não cair. Esse óleo extra pode também ser guardado junto com o que sobrou no refratário e usado para cozinhar. Quando guardado na geladeira, esse óleo vai virar gordura sólida, mas quando você for usar para cozinhar ele derrete novamente assim que botar na frigideira. Eu adoro refogar cebola e alho na gordura de tutano!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que você achou desta receita?: