Caldo de legumes caseiro

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone

caldo-de-legumes2

Até pouco tempo atrás, quando uma receita pedia caldo de legumes eu automaticamente pegava um cubinho da Knorr ou Maggi. Usei caldos prontos de caixinha por anos e anos sem nunca sequer olhar os ingredientes que eles contêm, e confiando que o que quer que fosse não me faria mal algum. Pois foi nessa confiança cega que acabei consumindo quantidades enormes de açúcar, sal e outros ingredientes que não só me faziam ganhar peso, mas estimulavam um comportamento compulsivo em relação a comida. Hoje em dia leio a lista de ingredientes de qualquer produto que eu compro, e se eu não souber o que um ingrediente é vou pesquisar antes de comprar.

Vamos dar uma olhada na lista de ingredientes do Caldo de Legumes da Knorr, por exemplo:

sal, gordura vegetal, amido, açúcar, água, cebola, espinafre, alho, cenoura, cúrcuma, alho porro, salsa, tomate, repolho, pimentão vermelho, aipo, abóbora, pimenta-do-reino branca, realçadores de sabor glutamato de sódio e inosinato de sódio, emulsificante mono e diglicerídeos de ácidos graxos, corantes dióxido de titânio e caramelo IV e acidulante ácido cítrico. (fonte: http://www.knorr.com.br/product/detail/245317/caldo-de-legumes)

Sal é o primeiro ingrediente, o que significa que é o ingrediente em maior quantidade. O primeiro legume listado, cebola, só aparece em sexto lugar! E o açúcar? Por que raios botar açúcar num caldo de legumes? E no final, uma série de ingredientes que eu chamo de “enganadores”, cujas funções são mascarar ou alterar o sabor, a cor, ou o aroma de produtos alimentícios industrializados. Além disso, tem o glutamato de sódio, que é associado a vários problemas de saúde.

Por isso faço meu próprio caldo de legumes em casa. E de quebra ainda economizo porque custa R$0 para fazer! O segredo? Usar apenas restos de legumes e verduras!

Mantenha um saco Ziploc médio no seu freezer ou congelador. Toda vez que você cozinhar, guarde dentro dele os restos de legumes e verduras que você iria descartar. Quando o saquinho estiver cheio, está na hora de preparar o seu caldo de legumes. Veja alguns exemplos de restos de legumes e verduras que eu uso:

caldo-de-legumes

Uso esse caldo de legumes caseiro para cozinhar arroz, feijão, massas, sopas, risotto, e adiciono até a purê de batata. Outra grande vantagem dessa receita é que o caldo fica com um sabor diferente a cada vez que você faz porque os legumes e verduras variam!

5.0 from 1 reviews
Caldo de legumes caseiro (R$0 para fazer!)
 
Tempo de preparação
Tempo de cozimento
Tempo total
 
Ingredientes
  • 1 saco Ziploc médio cheio de restos de legumes e verduras
  • Água
  • Sal a gosto
  • 2 dentes de alho (opcional)
Instruções
  1. Transfira todos os restos de legumes para uma panela e encha de água até cobri-los
  2. Cozinhe em fogo alto até ferver
  3. Adicione os dentes de alho e o sal
  4. Tampe a panela, abaixe o fogo e cozinhe em fogo bem baixo por 1 ou 2 horas (quanto mais tempo mais concentrado o caldo ficará)
  5. Coe o caldo e descarte os restos de legumes
  6. Guarde o caldo na geladeira numa jarra fechada e tente usar dentro de uma semana

 

 

Comentários

  1. Kelly Souza Saito diz

    Ótima sugestão! Vi várias receitas, mas fala para usar legumes inteiros e não da destino para os legumes após o caldo pronto, me incomodava. Com a sua sugestão não desperdiçamos alimento. Obrigada

  2. Isabel diz

    Adorei a do caldo de legumes reutilizando cascas! E a ideia de ir acumulando esses restos no freezer foi ótima! Pq a primeira coisa que pensei foi “ish, mas aí tenho que fazer num dia em que eu for cozinhar muitos legumes” – só que não =p

  3. Heloisa Padilha diz

    Adorei essa dica, vou experimentar!

    Minha dica: costumo colocar grãos de pimenta do reino e pedaços de gengibre ao fazer meus caldos de legumes. Ficam levemente picantes 🙂

Trackbacks

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que você achou desta receita?: